Última hora

Última hora

Foguetes do Hezbollah matam oito em Israel

Em leitura:

Foguetes do Hezbollah matam oito em Israel

Tamanho do texto Aa Aa

O dia de ontem foi o mais violento para a população civil israelita desde que começou o conflito. Oito pessoas morreram, atingidas pelos foguetes Katyusha lançados pelo Hezbollah contra as localidades de Acre e Ma’alot. Os projécteis do Hezbollah, mais de duzentos em todo o dia, atingiram também as localidades de Kyriat Shmona, Tiberíades, Rosh Pina e Safed e fizeram ainda 27 feridos.

Na ofensiva terrestre lançada no Sul do Líbano, que envolve mais de dez mil militares, o exército israelita sofreu ontem quatro baixas e anunciou ter abatido quinze combatentes do Hezbollah. Na sequência do elevado número de vítimas ontem registado, o ministro da Defesa Amir Peretz advertiu o Tsahal para uma eventual incursão até ao rio Litani, a 30 km da fronteira, de forma a criar uma zona-tampão.

Entretanto, em Jerusalém, foi a enterrar um soldado israelita de origem norte-americana, morto no início da semana em combates com o Hezbollah. Após mais de três semanas de conflito, Israel regista 27 vítimas civis e 41 baixas militares.