Última hora

Última hora

Líbano rejeita acordo e exige retirada das tropas israelitas logo a seguir ao cessar-fogo

Em leitura:

Líbano rejeita acordo e exige retirada das tropas israelitas logo a seguir ao cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

O Líbano rejeita oficialmente o acordo alcançado pela França e pelos Estados Unidos para um cessar-fogo com Israel. O porta voz do parlamento, Nahib Berri, justifica a recusa pelo facto do texto que está a ser avaliado pelo Conselho de Segurança permitir aos israelitas permanecerem em solo libanês.

Berri explicou ainda que o texto franco-americano não teve em conta o documento elaborado por Beirute que exige a retirada das tropas israelitas e o regresso de mais de 800 mil refugiados.

No texto das Nações Unidas, está apenas previsto o fim das hostilidades, em especial por parte da milícia xiita. E por isso as autoridades libanesas querem agora fazer alterações no projecto de resolução. Pretendem uma adenda que preveja a retirada das tropas, assim que o cessar-fogo entre em vigor.

O ministro israelita das Obras Públicas pede calma, diz que o texto está ainda a ser analisado.

Segundo o documento assinado pelos responsáveis franceses e norte-americanos, o envio de uma força internacional está dependente da aceitação de uma solução a longo prazo, por parte de Israel e do Líbano, que evite novos confrontos no futuro.

O texto em análise no Conselho de Segurança da ONU não prevê um cessar-fogo na Faixa de Gaza, onde o Tsahal impõe a força há mais tempo que no Líbano.