Última hora

Última hora

Alvo de novos ataques do Hezbollah, Israel ameaça expandir ofensiva terrestre

Em leitura:

Alvo de novos ataques do Hezbollah, Israel ameaça expandir ofensiva terrestre

Tamanho do texto Aa Aa

Kiryat Shmona, próxima da fronteira com o Líbano, voltou esta manhã a ser alvo dos “rockets” do Hezbollah. O movimento xiita libanês lançou várias dezenas de projécteis sobre o Norte de Israel. Os ataques de hoje fizeram vários feridos, que foram levados para um hospital da localidade vizinha de Nahariya.

O norte do território israelita ainda não se recompôs de um domingo particularmente sangrento. Ontem, ataques contra Haifa, terceira cidade de Israel, fizeram três mortos e dezenas de feridos. Em Kfar Giladi, junto à fronteira, um míssil Katiusha matou 12 reservistas hebreus, na mais mortífera ofensiva contra as hostes israelitas desde o início do conflito.

Depois de um encontro com o primeiro-ministro Ehud Olmert e responsáveis militares, o ministro da Defesa israelita disse ter ordenado ao Tsahal a “destruição de todos os locais de lançamento de rockets a partir do Líbano”, na falta de uma solução diplomática para a crise.

Amir Peretz ameaçou com a expansão da ofensiva terrestre em território libanês. As tropas hebraicas já estabeleceram um perímetro de 6 a 7 quilómetros no Sul do Líbano. O objectivo é controlar toda a região até ao rio Litani, a 20 quilómetros da fronteira. Uma zona-tampão que mais tarde seria transferida para controlo internacional.