Última hora

Última hora

Guerra e diplomacia seguem caminhos paralelos

Em leitura:

Guerra e diplomacia seguem caminhos paralelos

Tamanho do texto Aa Aa

Os esforços diplomáticos e o recrudescimento dos combates marcam hoje a actualidade no conflicto entre Israel e o Hezbollah. Enquanto o Conselho de Segurança da ONU analisa as mudanças na resolução sobre o cessar-fogo, a zona fronteriça mantém-se como cenário de intensos combates.

Telavive lançou panfletos nas localidades libanesas a sul do rio Litani avisando que todos os veículos que circulem nessa zona a partir das de cinco da tarde se convertem em alvo potencial. Um alerta que torna quase impossível a já escassa ajuda humanitária.

Entre ameaças e ataques, o número de vítimas aumenta nos dois campos. Hoje, um soldado israelita e dois reservistas foram mortos nos arrededores de Bint Jbeil. Os bombardeamentos israelitas, que atacaram esta madrugada 87 objectivos, continuam a castigar Beirute. Na cidade fronteriça de Ghaziyeh, cinco pessoas morreram e três dezenas ficaram feridas depois de um ataque aéreo do Tsahal que coincidiu com os funerais de 15 habitantes mortos nos ataques de ontem.