Última hora

Última hora

Membros da família real britânica podem ter sido alvo de escutas ilegais

Em leitura:

Membros da família real britânica podem ter sido alvo de escutas ilegais

Tamanho do texto Aa Aa

A Scotland Yard deteve ontem três homens suspeitos de interceptar comunicações telefónicas provenientes da residência oficial do Príncipe Carlos, a Clarence House, no centro de Londres. O herdeiro do trono, a esposa Camilla Parker-Bowles e a falecida Princesa Diana viram, no passado, revelados desta forma detalhes embaraçosos das suas vidas privadas. Entre os suspeitos deste último caso, encontra-se o especialista para os assuntos reais do semanário “News of the World”, tablóide de grande tiragem no Reino Unido.

O inquérito, conduzido pela unidade antiterrorista da Scotland Yard, foi lançado depois de uma queixa feita por funcionários da Casa Real na Clarence House, em Dezembro de 2005. A investigação, inicialmente focada nas implicações para a segurança da família real, poderá também envolver conversas de ministros e outras figuras públicas.