Última hora

Última hora

Voos anulados ou com grandes atrasos nos aeroportos europeus

Em leitura:

Voos anulados ou com grandes atrasos nos aeroportos europeus

Tamanho do texto Aa Aa

A ameaça terrorista no Reino Unido provocou um caos logístico em aeroportos por toda a Europa. Milhares de passageiros viram-se hoje confrontados com o cancelamento ou importantes atrasos nos seus voos. Para quem efectuava viagens de longo curso com escala no terminal londrino de Heathrow, parcialmente fechado, a solução era, como explicava um passageiro no terminal de Amesterdão, “encontrar outras ligações ou voos directos para todos aqueles que iam para Hong Kong, Estados Unidos ou qualquer outro sítio”.

Os aeroportos internacionais de Amesterdão, Frankfurt e Paris ofereceram-se para receber voos originalmente destinados a Heathrow. Nos vários terminais europeus onde se acumulavam passageiros à espera de poder seguir viagem, as opiniões dividiam-se entre a apreensão e a tranquilidade.

Em Frankfurt, um cidadão alemão diz que “sentiu receio, mas espera que as autoridades façam o seu trabalho e controlem as bagagens, para que tudo corra bem. As pessoas têm de perceber que perdem mais tempo nos controlos, mas que a segurança é uma prioridade”.

Um passageiro norte-americano acredita que “a ameaça terrorista não é tão elevada como ouvem dizer”; diz que “sabe que o terrorismo existe, mas que simplesmente não se sente ameaçado”. Vários voos de Lisboa, Porto e Faro com destino a Londres foram anulados e outros sofreram importantes atrasos.

Com o reforço das medidas de segurança, os passageiros foram ainda proibidos de transportar bagagem de mão, excepção feita a itens indispensáveis, como documentos ou medicamentos.