Última hora

Última hora

Condições climatéricas ajudam bombeiros ibéricos

Em leitura:

Condições climatéricas ajudam bombeiros ibéricos

Tamanho do texto Aa Aa

Ao fim de dez dias de combate intensivo contra os incêndios, as autoridades portuguesas e espanholas vêem a luz ao fundo do túnel. A chuva é esperada esta quarta-feira na Península Ibérica e a descida das temperaturas permite aos bombeiros ter um pouco de esperança. Mesmo assim na Galiza continua mobilizado o maior dispositivo de luta contra os incêndios de sempre em Espanha. As províncias da Corunha e de Pontevedra são ainda as mais afectadas com 42 incêndios por controlar, segundo dados oficiais ao final do dia de ontem.

Desde o início de Agosto, os fogos já custaram a vida a cinco pessoas e foram detodos na Galiza 27 alegados incendiários. A ministra espanhola do Ambiente, Cristina Narbona, visitou a região galega e garantiu que a prioridade é acabar com a impunidade para os incendiários e é isso que a polícia está a fazer.

Em Portugal, ontem ao final do dia, continuavam por controlar sete fogos no Norte e Centro do país. Em Oliveira de Frades, em Viseu, registou-se a primeira vítima mortal entre a população, mas o fogo já custou a vida a oito bombeiros este ano.

Vinte e três pessoas suspeitas de fogo posto foram detidas. A semana passada foi a pior em termos de número de incêndios dos últimos cinco anos.