Última hora

Última hora

República Checa com primeiro-ministro de direita

Em leitura:

República Checa com primeiro-ministro de direita

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro checo apresentou oficialmente a sua demissão ao presidente Vaclav Klaus, esta quarta-feira. Jiri Paroubek, de esquerda, deixa assim o caminho livre ao seu adversário de direita, Mirek Topolanek. Há dois meses e meio, o partido de direita, os democratas civis, ganhou as legislativas checas em número de votos, mas não em número de deputados, pelo que esquerda e direita acabaram, cada uma, com uma centena de assentos no hemiciclo parlamentar.

Assim, é Mirek Topolanek, cujo partido tinha, pois, recolhido o maior número de votos, que assume agora os comandos do governo. Paroubek ainda tinha proposto um acordo em que partilhariam os cargos governamentais e os cargos parlamentares. Mas foi a nomeação, esta segunda-feira, do social-democrata Vlcek para presidente do Parlamento que veio desbloquear a situação.

Quando o governo de Topolanek estiver completo deverá ser submetido, no prazo de 30 dias, ao voto de confiança da câmara baixa do parlamento checo. A República Checa assumirá a presidência rotativa da União Europeia em 2009, pelo que tem interesse em garantir um clima de estabilidade política.