Última hora

Última hora

Possível união nacional já se reflecte em trégua para com Israel

Em leitura:

Possível união nacional já se reflecte em trégua para com Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Os grupos armados de Gaza aceitaram deixar de disparar roquetes contra Israel. O anúncio foi foito pelo presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, durante a cerimónia de integração de 500 novos recrutas na força de segurança presidencial.

Os dirigentes da Jihad islâmica vão respeitar o acordo das várias facções, mas alertaram para o facto de que esta tendência para a acalmia depende de Israel, que tem de parar com os ataques. Este anúncio surge quando se prepara o acordo para a constituição de um governo palestiniano de unidade nacional entre o Hamas e o Fatah.

Como diz um palestiniano, “há muito tempo que se procura a unidade nacional. Será boa para a economia, a abertura de fronteiras muda toda a situação. Porque, agora, a economia do território está morta”. Um governo de unidade nacional, tem de ser reconhecido por Israel… e para isso, o Hamas tem de reconhecer, antes, o Estado de Israel.