Última hora

Última hora

Tribunal penal vai decidir dentro de dois meses se o grupo Suez é julgado por espionagem

Em leitura:

Tribunal penal vai decidir dentro de dois meses se o grupo Suez é julgado por espionagem

Tamanho do texto Aa Aa

A Suez arrisca-se a enfrentar o tribunal por espionagem industrial contra a unidade belga Electrabel. O grupo francês com interesses na área da energia e do ambiente vai conhecer a decisão final em Setembro ou Outubro. Ontem os procuradores recomendaram que a empresa e cinco indivíduos fossem julgados por alegada tentativa de intercepção de comunicações privadas.

Uma das procuradoras envolvidas na investigação, Wenke Roggen, explicou os pressupostos em que assenta a acusação: “Pelo inquérito parece que um instrumento que permite interceptar o que é escrito foi colocado no computador de um funcionário”.

O colaborador da Electrabel visado apercebeu-se da situação em 2004. Ontem os procuradores que investigaram o caso decidiram que as acções em questão poderiam constituir crime, apesar de a Suez ser accionista maioritária da Electrabel na época. Um porta-voz da empresa em causa disse que o grupo não vai fazer comentários enquanto não houver uma decisão final. Dentro de seis meses os envolvidos saberão se vão mesmo ter de enfrentar a barra do tribunal.