Última hora

Última hora

Um tribunal federal norte-americano condenou novamente os cinco maiores fabricantes de cigarros

Em leitura:

Um tribunal federal norte-americano condenou novamente os cinco maiores fabricantes de cigarros

Tamanho do texto Aa Aa

As tabaqueiras foram consideradas culpadas de ocultar propositadamente os efeitos nocivos dos cigarros durante décadas. Contudo a juíza Gladys Kessler não infligiu nenhuma grande coima aos fabricantes. A única verdadeira consequência é a interdição nos Estados Unidos, a partir do próximo ano, da designações “light”, “mild” ou qualquer outra que sugira uma menor toxicidade do tabaco.

A Philip Morris, a R.J. Reynolds Tobacco, a British American Tobacco, a Lorillard e o Liggett Group escaparam ao pagamento de uma indemnizaçâo gigantestca devido a uma decisão de um tribunal de recurso de 2005 que impediu o gverno de reclamar um montante de 280 mil milhões de dólares às tabaqueiras.