Última hora

Última hora

900 norte africanos ilegais entram nas Canárias em menos de dois dias

Em leitura:

900 norte africanos ilegais entram nas Canárias em menos de dois dias

Tamanho do texto Aa Aa

O número de emigrantes ilegais a desembarcar nas Canárias chegou a 900 só nos últimos dois dias.

Dados que justificam o actual estado de alerta vermelho do arquipélago espanhol situado ao largo de Marrocos. O governo autónomo diz que já não consegue assegurar o abrigo e o tratamento médico de todos clandestinos.

O primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodriguez Zapatero encontrou-se este Sábado na Gran Canária com o chefe do governo da região, Adan Martin. Está previsto que os responsáveis visitem centros de acolhimento dos imigrantes.

Martin tem vindo a pedir mais meios a Madrid e à Europa para lidar com o problema, desde que aumentaram vertiginosamente os fluxos de imigração ilegal provenientes do norte de África.

Os trabalhadores estrangeiros ajudaram a tornar a Espanha numa das economias mundiais de crescimento mais rápido, mas os espanhóis consideram a imigração um dos maiores problemas do país.