Última hora

Última hora

Sérvia é nova culpada no julgamento pelo massacre de Srebrenica

Em leitura:

Sérvia é nova culpada no julgamento pelo massacre de Srebrenica

Tamanho do texto Aa Aa

A procuradora do tribunal penal internacional para a ex-Jugoslávia, Carla Del Ponte, voltou a responsabilizar a Sérvia por os dois principais culpados pelo massacre de Srebrenica não estarem ainda no banco dos réus.

Del Ponte considerou “escandalosa” a “refusa inexplicável” da Sérvia de entregar Ratko Mladic, o ex-chefe militar. O antigo líder político dos sérvios da Bósnia, Radovan Karadzic, também ainda está a monte.

Na retoma do julgamento, a procuradora fez votos, para que os dois fugitivos sejam encontrados e julgados. Algo que considera ser um dever da comunidade internacional para com a população da ex-república jugoslava.

O massacre de Srebrenica é o maior assassinato em massa da história europeia desde a Segunda Guerra Mundial e foi efectuado pelo exército sérvio sob comando de Mladic.

Neste processo cinco, dos sete réus, já foram acusados de genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidade. O antigo presidente jugoslavo, Slobodan Milozevic, entretanto falecido, também foi considerado culpado pelos horrores de Srebrenica.

As marcas deste genocídio ainda estão bem presentes. Na semana passada, foram exumados os cadáveres de mais de 1.000 vítimas de uma única vala comum próxima da cidade de Kamenica. Muitos dos corpos tinham os braços atados e foram encontradas balas juntamente com as ossadas.