Última hora

Última hora

Equipas de salvamento procuram caixas negras

Em leitura:

Equipas de salvamento procuram caixas negras

Tamanho do texto Aa Aa

As equipas de salvamento ucranianas prosseguiram durante toda a noite a busca das caixas negras do avião russo que se despenhou ontem à tarde com 170 pessoas a bordo. A aeronave fazia a ligação entre a estância balnear de Anapa no Mar Negro e Sampetersburgo, quando se despenhou numa região pantanosa nas imediações de Sukha Balka, no Leste da Ucrânia. Um inquérito preliminar revela que o Tupolev 154 da Pulkovo Airlines terá sido atingido por um relâmpago. Com um motor em chamas, o piloto terá tentado uma aterragem de emergência.

As primeiras equipas de salvamento, chegadas ao local dez minutos depois do acidente, só puderam constatar a morte dos 170 ocupantes, 39 dos quais eram crianças. A tripulação era composta por dez elementos e a bordo seguiam também cidadãos holandeses.

Vasily Nalyotenko, da Pulkovo Airlines diz que “a companhia está a prestar assistência àqueles que vinham receber os passageiros do voo 612 em Sampetersburgo; está a acompanhar as famílias e vai fazer uma lista daqueles que quiserem voar para Donetsk.”

Além da ajuda médica e psicológica, a transportadora vai levar familiares das vítimas ao local do acidente para colaborarem na identificação. Após a tragédia, o presidente russo Vladimir Putin decretou um dia de luto nacional na quinta-feira.