Última hora

Última hora

Alemanha quer obter extradição do Líbano do suspeito de tentativa de atentado contra comboios

Em leitura:

Alemanha quer obter extradição do Líbano do suspeito de tentativa de atentado contra comboios

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça alemã quer obter a extradição de Jihad Hamad, suspeito da tentativa falhada de atentado em comboios germânicos, detido no Líbano. Mas Berlim e Beirute não têm acordos nesse sentido. Jihad Hamad entregou-se às autoridades do Líbano, onde se tinha refugiado. O jovem libanês, de 20 anos, era alvo de um mandado internacional de captura, depois de ter sido identificado graças às câmaras de vigilância.

Berlim diz estar contente com a cooperação internacional e o procurador Rainer Griesbaum garante que as operações de busca e a pressão eram de tal forma intensas, na Alemanha e no Líbano, que um dos suspeitos acabou por se render.
No sábado, em Kiel, no Norte da Alemanha, foi detido um outro suspeito. Youssef Mohammed, também libanês com 21 anos, foi já acusado de associação terrorista e tentativas de homicídio e de atentado.

Em causa os ataques falhados contra comboios em Dortmund, no Oeste da Alemanha, e Koblenz, no Sudoeste, no dia 31 de Julho. Os engenhos, compostos de garrafas de gás escondidas em malas, não explodiram devido a um erro de fabricação dos detonadores. Os investigadores suspeitam que os dois jovens fazem parte uma organização terrorista internacional e tentam saber se receberam apoio na Alemanha. O país está em alerta e sente-se vulnerável.