Última hora

Última hora

Europa a braços com nova estirpe do vírus da doença azul

Em leitura:

Europa a braços com nova estirpe do vírus da doença azul

Tamanho do texto Aa Aa

Uma nova variante do vírus da doença da língua azul foi, pela primeira vez, detectada no norte da Europa. O vírus da febre catarra ovina, ou doença da língua azul, que obrigou a Bélgica, Holanda, oeste da Alemanha e o Luxemburgo a cancelar praticamente todos os transportes de ruminantes nunca tinha sido detectado na Europa. Originário das regiões sub-saharianas, o estereotipo 8, que tem baixa mortalidade, obrigou os quatro países a medidas urgentes de contenção da doença.

Esta segunda-feira, o Comité permanente da Cadeia Alimentar e Saúde Animal da União Europeia decidiu aligeirar as medidas adoptadas a semana passada, mas alargou a vigilância ao norte de França. Bruxelas determinou incialmente vigilância apertada num raio de 150 quilómetros que abrange o Luxemburgo, grande parte dos territórios belga e holandês e quatro landers alemães. O Inverno deverá conter a doença já que esta é trasmitida por insectos que não resistem ao frio.