Última hora

Última hora

Um ano depois do Katrina e falta tudo em Nova Orleans

Em leitura:

Um ano depois do Katrina e falta tudo em Nova Orleans

Tamanho do texto Aa Aa

Um ano depois da passagem do furacão Katrina em Nova Orleans, cerca de metade da população ainda continua à espera da ajuda governamental prometida para poder regressar a casa. No bairro pobre de Lower Ninth Ward, um dos mais atingidos pela subida das águas, que matou 1300 pessoas, a devastação mantem-se. Aqui, só uma em cada cinco famílias residentes nas habitações sociais foi reinstalada.

Para quem aguarda, a solução talvez passe por construir habitação com as próprias mãos. O Congresso só aprovou a ajuda de 7,5 mil milhões de dólares dez meses depois da tragédia e o dinheiro leva mais sete meses a ser distribuido e entregue aos que vão ser indemnizados pelo Estado, por não terem seguros.

Como se queixa um dos residentes, está à vista o que se passa, basta olhar à volta. Há lixo empilhado nas ruas que as pessoas estão a tirar das casas. E já é tarde. É porque as seguradoras não aparecem.

Entre os milhares de refugiados a viverem nas caravanas fornecidas pela Assistência Social, há muitos a pensarem partir de vez. Não só faltam as infraestruturas básicas como a autarquia ainda nem sequer aprovou um plano de reconstrução.