Última hora

Última hora

Annan no Líbano para dar peso à resolução 1701

Em leitura:

Annan no Líbano para dar peso à resolução 1701

Tamanho do texto Aa Aa

Kofi Annan visitou ontem o mausoléu de Rafic Hariri no centro de Beirute, numa visita incluída na digressão pelo Médio Oriente do Secretário-Geral das Nações Unidas. O périplo de Annan destina-se a garantir que a resolução 1701 abra caminho a um cessar-fogo duradouro. Por isso, ficaram os apelos de Annan após um encontro com responsáveis libaneses. “Apelo aos meus interlocutores israelitas para que levantem imediatamente o bloqueio sobre o Líbano. E estou a trabalhar com eles e com outros parceiros internacionais para garantir que isso acontece. Apelo também a que os soldados capturados sejam postos em liberdade, num primeiro momento sob a custódia do Comité Internacional da Cruz Vermelha.”

A digressão do secretário-geral da ONU prossegue hoje por Israel, mas estão previstas visitas ao Egipto, à Síria e ao Irão. Tudo porque Annan quer ver a FINUL reforçada no terreno o mais depressa possível. Ontem, 2500 soldados italianos prepararam-se para partir. A União Europeia prometeu enviar sete mil soldados para participarem no efectivo de 15 mil homens. Número que a Organização da Conferência Islâmica quer igualar, depois das promessas de Turquia, Malásia e Indonésia. Portugal poderá também enviar militares para o Líbano, questão que o Conselho Superior de Defesa Nacional vai analisar na quarta-feira.