Última hora

Última hora

Tribunal Eleitoral rejeita dar provimento a queixas da esquerda

Em leitura:

Tribunal Eleitoral rejeita dar provimento a queixas da esquerda

Tamanho do texto Aa Aa

Felipe Calderón deverá nos próximos dias ser nomeado presidente do México. Reunido esta segunda-feira, o Tribunal Eleitoral Federal (T.E.F.) procedeu à anulação de mais de 150 mil sufrágios devido às 375 queixas apresentadas pelo candidato de esquerda, Andrés Manuel Lopez Obrador. No entanto, o T.E.F. aceitou apenas rever 9% dos sufrágios. O candidato de direita deverá ver ratificado o triunfo, assim que o tribunal apresentar os resultados oficiais definitivos, algo que só vai acontecer com o fim da contagem dos votos, previsto para 31 de Agosto. O organismo judicial tem nessa altura de se pronunciar sobre a validade do escrutínio e indicar um presidente até ao dia 6 de Setembro.

Com a decisão desta segunda-feira, o avanço de Felipe Calderón sobre Lopez Obrador é de apenas 240 mil votos ou 0,6% dos sufrágios expressos. Após quase dois meses de contestação nas ruas, o candidato da esquerda não se cansa de protestar contra aquilo que chama de fraude maciça no escrutínio. Lopez Obrador continua a exigir a recontagem da totalidade dos votos e promete avançar com um movimento de resistência popular.