Última hora

Última hora

Madrid lança-se em campanha para angariar reforços de combate à imigração clandestina

Em leitura:

Madrid lança-se em campanha para angariar reforços de combate à imigração clandestina

Tamanho do texto Aa Aa

O governo espanhol está a lançar uma “ofensiva diplomática” que visa abrir os olhos à União Europeia para o problema da imigração ilegal nos países mediterrânicos. Os esforços surgem numa altura em que o afluxo de entrada de africanos clandestinos nas Canárias voltou a aumentar. Desde segunda-feira, mais de 300 pessoas desembarcaram no arquipélago espanhol, o que traz para 18.782 o número total de imigrantes clandestinos nestas ilhas desde o início do ano

A presidente finlandesa, Tarja Halonen, recebeu em Helsínquia a vice-presidente do executivo espanhol, Maria Teresa Fernández de la Vega: “Desde Setembro recebemos 10 milhões de euros da União Europeia. Não é uma questão de fundos, mas da necessidade de sermos mais eficazes e operacionais”

De La Vega pretende que a União Europeia estenda, até Dezembro, a missão coordenada pela Agência Europeia de Fronteiras no combate à imigração ilegal. Os Estados membros prometeram dois barcos, dois aviões e vários especialistas para encabeçar a missão de nove semanas. Espanha também pretende discutir com outros países europeus medidas conjuntas de combate à imigração clandestina. O objectivo é “reformar e reforçar” o controlo das fronteiras marítimas.