Última hora

Última hora

Alemanha aprova base de dados centralizada para combate anti-terrorista

Em leitura:

Alemanha aprova base de dados centralizada para combate anti-terrorista

Tamanho do texto Aa Aa

Após cinco anos de impasse, a Alemanha chegou a um compromisso sobre a criação de um ficheiro centralizado de dados.
O consenso foi obtido esta segunda-feira durante uma reunião dos ministros do interior federal e dos estados.
O principal objectivo da base de dados é permitir que os diferentes serviços alemães incluindo a polícia e os serviços secretos possam partilhar informação e permitir lutar mais eficazmente contra eventuais ameaças terroristas.

A ideia de criar este ficheiro começou a ser desenvolvida após os ataques de 11 de setembro 2001 em Nova Iorque mas divergências entre as forças políticas atrasaram a aprovação das novas medidas.

Em conferência de imprensa, o ministro do Interior federal, Wolfang Schauble, frisou que o essencial era poder garantir a segurança dos cidadãos.

A inclusão no ficheiro de dados como a religião ou o uso e porte de armas foi um dos pontos mais polémicos. Para ultrapassar o obstáculo, o ficheiro terá duas partes, a primeira será acessível a todos os serviços, o acesso à segunda será limitado.

A centralização de dados tem gerado muito controvérsia num país que ainda guarda na memoria a Gestapo. Mas, as duas tentativas fracassadas de atentados à bomba de Julho reacenderam o debate sobre as medidas de segurança e despertaram a opinião pública alemã para a ameaça terrorista.