Última hora

Última hora

Turquia abalada por bombas

Em leitura:

Turquia abalada por bombas

Tamanho do texto Aa Aa

Ao início da noite uma bomba explodiu na localidade turca de Camak, em Van, no sudeste do país. Pelo menos duas pessoas perderam a vida e outras dez ficaram feridas. De acordo com as autoridades, o engenho explosivo estava colocado num caixote do lixo de um salão de chá ao ar livre. Uma das vítimas mortais foi um agente da polícia. O atentado ainda não foi reivindicado mas as autoridades desconfiam tratar-se de uma acção do grupo separatista PKK, partido dos trabalhadores curdos.

Esta última semana a Turquia foi abalada por uma série de explosões que provocaram a morte a pelo menos 5 pessoas e várias dezenas de feridos. Estes atentados foram reivindicados por um outro grupo armado, o denominado Falcões de Libertação do Curdistão.

Antes do início do Verão o PKK havia ameaçado lançar uma campanha de ataques contra locais turísticos. A luta armada do PKK já dura desde 1984, altura em que pegou em armas com o objectivo de criar uma região curda no sudeste da Turquia. Em 2004, após cinco anos de uma trégua unilateral, a actividade do PKK voltou a subir de tom e os confrontos com as forças de segurança também registaram um aumento de intensidade.