Última hora

Última hora

Atentado no Líbano mata dois elementos do ministério do Interior e fere ex-director dos serviços secretos

Em leitura:

Atentado no Líbano mata dois elementos do ministério do Interior e fere ex-director dos serviços secretos

Tamanho do texto Aa Aa

Dois elementos do ministério do interior libanês morreram na sequência da explosão de uma bomba no interior do automóvel em que seguiam. Um oficial ficou ferido. Trata-se do coronel Samir Shehadeh, antigo chefe dos serviços de espionagem libaneses, e um dos responsáveis pelo inquérito sobre a morte de Rafik Hariri, o antigo primeiro-ministro do Líbano, que perdeu a vida no ano passado num atentado. A viatura fazia a viagem entre Sidon e Beirute, o engenho deflagrou perto de Remeil. As informações foram fornecidas pelo ministro do interior, Ahmed Fatfat, em entrevista à televisão pública libanesa.

Para Fatfat, este atentado pode ser uma reacção contra o estacionamento do exército libanês no sul do país, tomando o lugar dos homens do Hezbollah. O coronel Shehadeh teve, segundo o ministro do Interior, um papel importante na organização das tropas. O responsável governamental reconhece que a situação no território é ainda muito frágil por isso pretende incrementar as medidas de segurança.