Última hora

Última hora

Intel reduz efectivos

Em leitura:

Intel reduz efectivos

Tamanho do texto Aa Aa

A Intel vai anunciar reduções no quadro. O fabricante norte-americano de micro-processadores deve anunciar o corte de 10.000 postos de trabalho, um décimo do total de empregados. O grupo, líder mundial do sector, viu os lucros caírem mais de metade no último trimestre. A empresa está a fazer face a uma concorrência cada vez maior, com a mega-rival AMD a ganhar fatia de mercado no sector dos micro-processadores.No que toca aos servidores, a Intel está também a perder terreno.Todos estes factores fazem com que o grupo, sediado no Sillicon Valley, na Califórnia, deva publicar este ano a primeira queda, em cinco anos, no volume de negócios.

O grupo é o maior fabricante mundial de componentes para computadores, seguido pela holandesa Philips e pela compatriota Texas Instruments. A franco-italiana ST Microelectronics é a quarta nesta lista de gigantes do sector. Com as reduções no quadro, a Intel deve poupar mil milhões de dólares, o equivalente a 780 milhões de euros, só este exercício. Embora 10.000 seja o número mais falado, há quem adiante cifras superiores. O Wall Street Journal diz que a medida pode atingir até 20.000 empregados da Intel.