Última hora

Última hora

Bloqueio aéreo israelita no Líbano chega ao fim, bloqueio naval prossegue

Em leitura:

Bloqueio aéreo israelita no Líbano chega ao fim, bloqueio naval prossegue

Tamanho do texto Aa Aa

O bloqueio israelita ao Líbano terminou oficialmente. Foi às 18 horas locais, menos duas em Lisboa. O avião comercial das Linhas Aéreas do Médio-Oriente, proveniente de Paris com 150 passageiros a bordo surgiu no céu de Beirute minutos depois da hora marcada para o levantamento do bloqueio aéreo e marítimo. Fez uma ronda pelos céus da capital libanesa, passando pelo parlamento e outras instituicoes. Depois fez-se à pista do aeroporto, aterrou e às 18 horas e 15 minutos locais ja estava imobilizado, marcando assim o fim do bloqueio israelita.

No entanto, o bloqueio naval vai continuar, não se sabe por quanto tempo. Israel fez saber depois que o bloqueio marítimo vai prosseguir até que cheguem os meios navais internacionais. De acordo com a AFP, fontes da segurança na região afirmam que o exército israelita deverá abandonar três novas posições – em Morouahine, en Yarin e em Almachab, no sector ocidental da zona fronteiriça. Numa primeira fase, as tropas vão ainda manter-se na região central, em Maroun al-Raas, Aitaroun e Houla.

A retirada israelita está prevista na resolução 1701 das Nações Unidas, que instaurou o cessar-fogo no Líbano e pôs fim a 34 dias de confrontos. Ao mesmo tempo, o exército libanês deverá ficar progressivamente estacionado no sul do país e ocupar uma região dominada pelo Hezbollah há 40 anos. A resolução das Nações Unidas prevê que 15 mil soldados reforcem a actual FINUL. Dois mil esperam a ordempara entrar e ocupar posições no território.