Última hora

Última hora

Incêndio encurrala 22 mineiros russos

Em leitura:

Incêndio encurrala 22 mineiros russos

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de duas dezenas de mineiros russos estão desde ontem encurralados nas profundezas da mina de ouro de Darasun, em Chita, na Sibéria Oriental. As equipas de salvamento conseguiram retirar esta manhã pelo menos uma dezena de cadáveres do poço principal da mina, através de um túnel de cinco quilómetros escavado durante a noite.

Mas a falta de equipamento e de socorristas assim como as altas temperaturas e o fumo no interior das galerias dificultam a tarefa. Um incêndio tinha bloqueado ontem 64 mineiros a cerca de 100 metros de profundidade. Apenas metade conseguiu escapar às chamas que ainda não foram extintas.

Como explica um trabalhador, realizavam-se trabalhos de soldadura no momento em que as chamas irromperam no poço principal. “Havia muito fumo. Aqueles que tiveram sorte conseguiram escapar, outros como o meu irmão, continuam ainda lá dentro”.

As esperanças de recuperar com vida os 22 mineiros bloqueados são cada vez menores. As autoridades russas abriram um inquérito ao incidente. A empresa britânica proprietária da mina de ouro, tinha sido no passado acusada de desrespeitar as normas de segurança no interior do complexo.