Última hora

Última hora

Massoud foi morto há 5 anos

Em leitura:

Massoud foi morto há 5 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Passados 5 anos, a história em torno da morte de Ahmed Shah Massoud continua por contar. Os factos são conhecidos: no dia 9 de Setembro de 2001, uma dupla de assassinos suicidas, disfarçados de jornalistas, matou o “Leão de Panchir”, símbolo da resistência afegã na luta, primeiro contra os soviéticos e depois contra os talibã.

Na cerimónia que, em Cabul, assinalou o aniversário do crime, Hamid Karzai, o actual presidente afegão declarou que Massoud “durante a vida, defendeu o país e na morte fez o país ser libertado”.

2 dias depois do assassinato de Massoud deu-se o 11 de Setembro. A América respondeu de imediato e, com o apoio da Aliança do Norte, invadiu o Afeganistão, expulsou os talibã do poder e colocou em fuga o seu protegido, Osama bin Laden. 5 anos depois, nem o Afeganistão vive em paz, nem o líder da Al-Qaida foi apanhado.