Última hora

Última hora

Pinochet e o caso Grimaldi

Em leitura:

Pinochet e o caso Grimaldi

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal do Chile retirou a imunidade ao antigo ditador Augusto Pinochet num caso de tortura de prisioneiros no centro de detenção clandestino de Villa Grimaldi. O processo envolve 59 casos de tortura e raptos sendo a primeira vez que a tortura é especificamente mencionada num dos numerosos casos legais apresentados contra o antigo ditador.

A decisão judicial, aprovada por unanimidade pelo Supremo Tribunal, deverá ser comunicada oficialmente no início da próxima semana. Villa Grimaldi, nome de uma antiga casa de repouso para pessoas idosas situada em Santiago, serviu de 1973 a 1978 de centro de detenção clandestino aos serviços secretos chilenos. A actual presidente chilena, Michele Bachelet, e a sua mãe, Angel Jeria estiveram presas neste centro de tortura e poderão testemunhar no processo contra Pinochet. As duas mulheres foram torturadas durante um mês em 1975.