Última hora

Última hora

Djukanovic à beira da maioria absoluta

Em leitura:

Djukanovic à beira da maioria absoluta

Tamanho do texto Aa Aa

É uma vitória que concede ao primeiro-ministro do Montenegro, Milo Djukanovic, mais 4 anos no poder depois de já ter permanecido no topo da hierarquia do Estado, como chefe de executivo e presidente 15 anos. Nestas primeiras eleições legislativas do país, depois da separação da Sérvia, em Maio, Djukanovic conquistou para 40 mandatos parlamentares dos 81 em jogo, quando estavam apurados 92 por cento dos votos.

A grande incógnita é a de saber se Djukanovic e a sua coligação tripartida “Para Um Montenegro Independente” conseguem a maioria absoluta. Para isso necessitam de mais um assento no Parlamento. Todas as projecções confirmam esse cenário.

A segunda formação mais votada foi a do socialista Pedrag Bulatovic que terá alcançado 12 deputados, os mesmos que o movimento para a mudança de Nebojsa Medojevic, a terceira lista mais votada. Meia hora antes do encerramento das urnas e de acordo com a comissão eleitoral, a taxa de participação era de 69,7 por cento. Segundo os observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, o escrutínio decorreu dentro da normalidade.