Última hora

Última hora

EUA assinalam quinto aniversário do 11 de Setembro

Em leitura:

EUA assinalam quinto aniversário do 11 de Setembro

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos já iniciaram as celebrações do quinto aniversário dos atentados do 11 de Setembro. Esta manhã George W. Bush e a mulher depositaram uma coroa de flores na fonte situada em pleno “ground zero”, o local onde se encontravam as Torres Gémeas.

O mundo relembra os mais mortíferos ataques terroristas da história. Duas mil novecentas e setenta e três pessoas morreram quando 19 membros da Al-Qaida desviaram quatro aviões para embaterem contra as Torres de Nova Iorque e contra o Pentágono, em Washington.

Se a data reúne os norte-americanos, o mesmo já não se pode dizer em relação à política norte-americana do pós-11 de Setembro. Num protesto junto ao “ground zero” os manifestantes acusam a administração Bush de cometer erros graves e de não honrar as vítimas do 11 de Setembro com “a guerra e ocupação do Iraque”. Em Washington, ou mais precisamente no Pentágono, as celebrações começaram ontem noite. 184 raios de luz foram projectados nas paredes do edifício em homenagem às 184 vítimas mortais dos atentados.

No Teatro Arlington, na Virgínia, a mezzo-soprano Denyce Graves foi a convidada de honra para um tributo às vítimas dos ataques. Às 13h46 em Lisboa, precisamente 08h46 em Nova Iorque, quando o primeiro avião embateu numa das Torres Gémeas do World Trade Center, a América vai fazer um minuto de silêncio.