Última hora

Última hora

O partido socialista defende medidas radicais para resolver o problema da imigração ilegal.

Em leitura:

O partido socialista defende medidas radicais para resolver o problema da imigração ilegal.

Tamanho do texto Aa Aa

O número dois do partido no poder, José Blanco, disse ao jornal El País que o mercado de trabalho não pode “absorver” mais imigrantes e acrescentou que a entrada de clandestinos em Espanha “não pode conduzir à regularização”: “Só deverão entrar (no nosso país) aqueles que estão em situação de legalidade em relação à procura de trabalho e aos planos do governo”. No entanto, o secretário de estado do emprego, Valeriano Gómez, contrariou as declarações de Blanco e afirmou mesmo que o mercado espanhol “continuará durante muito tempo a necessitar da força de trabalho dos imigrantes”.

O líder do partido popular, Mariano Rajoy, lançou críticas ao executivo: “Ninguém pode dizer que o nosso partido não trabalha para resolver este problema, aquilo que é certo é a ineficácia deste governo ao deixar esta situação atingir limites inadmissíveis numa democracia moderna”.

A vice-presidente do executivo, Maria teresa Fernandez de la Vega, respondeu à oposição, dizendo que todas as medidas propostas pelo partido popular estão já em funcionamento e convidou Rajoy a aceitar um pacto nacional para a imigração.