Última hora

Última hora

PE já escolheu os nomeados para o Prémio Sakarov

Em leitura:

PE já escolheu os nomeados para o Prémio Sakarov

Tamanho do texto Aa Aa

Ingrid Betancourt, a franco-colombiana raptada pelas FARC em 2002, é uma das personalidades nomeadas para o Prémio Sakarov deste ano. O galardão é atribuído anualmente, pelo Parlamento Europeu (PE), a quem se destaque no combate pela liberdade de pensamento. Alexandre Milinkevitch é outro dos nomeados. O rosto da oposição bielorrussa foi proposto pelo Partido Popular Europeu e pelo grupo eurocéptico Europa das Nações. O grupo dos socialistas nomeou o deputado e jornalista libanês Ghassan Tueni, pai do Gebrane Tueni, também jornalista e activista anti-sírio assassinado.

Uma cambojana e um queniano que se batem pela liberdade das mulheres; um etíope em luta pelos direitos humanos; um líder da minoria Mari na Rússia; um bispo que defende os povos da Amazónia e as Mulheres de Negro, que lutam pela reconciliação da ex-Jugoslávia, são os outros nomeados. No ano passado, o prémio, dotado de 50 mil euros, foi atribuído ex-aequo a três vencedores: às Damas de Branco, de Cuba; à advogada nigeriana Hauwa Ibrahim; e aos Repórteres Sem Fronteiras. Este ano, o Parlamento impôs como regra que haja apenas um laureado.