Última hora

Última hora

Espanha nega ilegalidades da CIA no seu território

Em leitura:

Espanha nega ilegalidades da CIA no seu território

Tamanho do texto Aa Aa

Onde estão as prisões secretas da CIA na Europa, que o próprio Bush já admitiu existirem? O Parlamento Europeu quer respostas e não poupa críticas ao presidente norte-americano por ter mentido, durante meses, sobre as prisões e os voos secretos. Os países da União também não estão isentos de culpas e os eurodeputados acusam-nos de não reagirem. O ministro espanhol dos Negócios Estrangeiros foi o primeiro responsável pela Diplomacia de um dos Vinte e Cinco a discursar perante a comissão parlamentar de inquérito. Miguel Angel Moratinos garante que “de acordo com toda a informação de que o governo espanhol dispõe até ao momento, desde a sua tomada de posse não se produziu qualquer violação da legalidade, em território espanhol, relacionada com os supostos voos da CIA.”

No início deste mês, George W. Bush acabou por admitir que o seu país deteve alegados terroristas em prisões no estrangeiro. Os eurodeputados querem respostas dos governos espanhol e português, então liderados por José Maria Aznar e Durão Barroso, aliados da administração Bush na guerra contra o Iraque. Para já, Portugal admitiu a passagem de voos da CIA pela base das Lajes. Quanto às prisões, segundo o relatório do Conselho da Europa, Polónia e Roménia podem ter sido alguns dos países a acolhê-las.