Última hora

Última hora

Irão dispõe-se a retomar "diálogo imediato e sem condições" sobre programa nuclear

Em leitura:

Irão dispõe-se a retomar "diálogo imediato e sem condições" sobre programa nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão manifestou esta quinta-feira vontade de retomar imediatamente o diálogo com a comunidade internacional a propósito do programa nuclear, desde que não existam condições prévias para as negociações. A proposta foi feita em Viena durante a reunião da Agência Internacional de Energia Atómica. O Conselho de Segurança das Nações Unidas impôs a interrupção do enriquecimento de urânio como condição para negociar, mas o Irão continua a recusar ceder, como fica explícito nas propostas de Ali Ashgar Soltanieh, representante de Teerão na agência de Viena. “Sugerimos o regresso do dossiê nuclear do Irão à AIEA, onde pertence, e o afastamento do Conselho de Segurança das Nações Unidas do assunto. Esperamos que, em todo o mundo passe a mensagem que o Irão defende a resolução pacífica desta questão através do diálogo e da negociação”, afirmou o embaixador na AIEA.

Em Berlim, o primeiro-ministro chinês Wen Jiabao declarou que a imposição de sanções ao Irão poderia ser contraproducente e piorar ainda mais a crise nuclear. Alheios ao argumento, os Estados Unidos acusam Teerão de tentar novamente ganhar tempo e querem ver o Conselho de Segurança definir sanções ainda este mês. A República Islâmica, por seu turno, acusa Washington de sabotar as tentativas de diálogo.