Última hora

Última hora

Europeus lançam-se à conquista dâ China

Em leitura:

Europeus lançam-se à conquista dâ China

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro italiano Romano Prodi está desde quinta-feira em Cantão, no sul da China, onde chefia uma delegação económica e comercial que participa na terceira edição da Feira Internacional das Pequenas e Médias empresas. Dois dias antes, em Londres, o primeiro-ministro Tony Blair recebia a visita do seu homólogo chinês Wen Jiabao durante a qual foram assinados dois acordos que estabeleceram grupos de trabalho sino-britânicos dedicados à energia e às mudanças climáticas. O líder chinês deslocou-se em seguida à Alemanha onde se encontrou com a Chanceler Angela Merkel para assinar um acordo de cooperação entre os dois países. O volume de negócios entre os dois blocos em 2005 foi de 180 mil milhões de euros e na primeira metade deste ano atingiu os 97 mil milhões.

A alemanha lidera as trocas comerciais com os chineses, com 28 milhões este semestre, seguida dos Países Baixos e do Reino Unido. A União Europeia tornou-se no principal parceiro comercial da China. As trocas entre o bloco europeu e o chinês ultrapassaram o volume de negócios feito entre o gigante asiático e os Estados Unidos.