Última hora

Última hora

O Papa diz aos muçulmanos "estou profundamente desolado"

Em leitura:

O Papa diz aos muçulmanos "estou profundamente desolado"

Tamanho do texto Aa Aa

Bento XVI diz-se “profundamente desolado pela reaçãodas às suas palavras sobre o Islão”. No Castelo Gandolfo, nos arredores de Roma, residência de Verão do Papa, Bento XVI, recitou a oração dominical Angelus rodeado de um reforçado dispositivo de segurança.

Esta é a primeira aparição pública do Papa depois das afirmações sobre o Islão e a Jihad e sobre as relações entre religião e violência, expressas na última terça-feira durante a sua viagem à Alemanha. As declarações papais geraram uma onda de repúdio no mundo muçulmano e Bento XVI disse hoje: “ Estou profundamente desolado pelas reacções às minhas palavras na Universidade de Ratisbone, que tenham sido vistas como ofensivas pelos fiéis muçulamanos. Espero que o meu discurso de hoje acalme os espíritos e clarifique o verdadeiro sentido das minhas palavras que no seu conjunto eram um convite ao diálogo franco e sincero com um grande respeito recíproco”.

Uma mensagem para apaziguar a tensão no mundo muçulmano, resta saber se vai ser entendida como um pedido formal de desculpas, uma vez que palavras semelhantes foram emitidas ontem pelo Vaticano, o que não evitou as inúmeras reacções nos países islâmicos.