Última hora

Última hora

Transnistria consulta eleitores sobre independência e integração na Rússia

Em leitura:

Transnistria consulta eleitores sobre independência e integração na Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

A Transnistria vai hoje às urnas para um referendo sem reconhecimento internacional mas que ameaça incentivar outras regiões separatistas da Europa de Leste e Cáucaso. A Rússia não apoia explicitamente a consulta mas pede que se anote o resultado. Tudo indica que os quase 400 mil eleitores da região separatista moldava irão pronunciar-se a favor da independência e da sua integração na Rússia.

O soldado Vladimir Lebedev fala das ameaças e provocações constantes da Moldávia e afirma que não espera nada de bom do lado moldavo. A Transnistria declarou a independência em 1990. Seguiu-se uma guerra com a Moldávia, que levou a Rússia a enviar e a manter ainda hoje soldados na região separatista, que acolhe quarenta por cento da indústria moldava. A comunidade internacional não reconhece nem a região nem o referendo. A OSCE evoca a falta de liberdade e diz que as perguntas colocadas são tendenciosas.