Última hora

Última hora

Scânia rejeita oferta alemã

Em leitura:

Scânia rejeita oferta alemã

Tamanho do texto Aa Aa

A construtora sueca de veículos pesados Scânia rejeitou uma oferta de aquisição de 9, 6 mil milhões de euros proveniente da rival alemã MAN AG. Os cerca de 38.35 euros oferecidos por cada acção da Scânia pela marca alemã foram considerados insuficientes por parte do Conselho de Administração da empresa sueca. Analistas dizem que a construtora alemã terá que subir a oferta.

Caso se concretize, a fusão entre as duas contrutoras, MAN/Scânia, deverá criar o novo líder europeu com uma fatia de mercado de 28 por cento, ultrapassando marcas como a Volvo/Renault que detém 25 por cento do mercado ou a Mercedes que passaria para terceira contrutora europeia com 20 por cento.

A construtora automóvel Volkswagen, que possui um terço da Scânia, também já se pronunciou de forma desfavorável à oferta alemã. A especulação gerada pelo negócio fez com que as acções da MAN caíssem quase cinco por cento enquanto os títulos da Scânia desceram 5 ,5 por cento. Caso seja bem sucedida na aquisição da empresa sueca o grupo alemão prevê uma subida do volume de negócios logo no primeiro ano no valor de 18, 5 mil milhões de euros e lucros operacionais de 1,4 mil milhões de euros.