Última hora

Última hora

Semana da moda em Madrid impede participação de modelos demasiado magras

Em leitura:

Semana da moda em Madrid impede participação de modelos demasiado magras

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco manequins vãos ser impedidas de desfilar na semana da moda madrilena. E não é por terem uns quilos a mais, mas por serem demasiado magras. A medida está a ser aplicada pela primeira vez e a causar uma polémica inédita por todo o mundo, mesmo se a sua aplicação visa combater a anorexia entre as jovens e proteger as modelos das próprias agências.

A directora do evento madrileno explicou que a a organização se foi apercebendo, pouco a pouco, que “as modelos, por serem exemplos a seguir”, não podem ser “esqueletos andantes”.

O critério para aplicação da medida é o índice de massa corporal dos manequins. O mínimo autorizado são 56 quilos por 1,75 metros. Uma outra grande capital da moda europeia, Milão, já anunciou que pondera a possibilidade de praticar esta regra. No entanto, Paris, Nova Iorque e Londres, ridicularizaram a posição de Madrid.

O criador, Ben de Lisi, deu voz à posição do mundo da moda britânico dizendo que o peso de alguém é algo muito pessoal, e acrescentou que pesa o mesmo desde o tempo de colégio e, como tal, pensa que o índice de massa corporal não é rigoroso.

O poder imenso do sector da moda no imaginário adolescente é uma das preocupações no centro do debate, bem como as desordens alimentares que daí advêm.