Última hora

Última hora

Eutanásia provoca vivo debate em Itália

Em leitura:

Eutanásia provoca vivo debate em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

Polémica em Itália por causa da eutanásia. O apelo desesperado de um doente, Piergiorgio Welby, ao presidente da República para que o autorize a morrer, está a gerar um vivo debate. O apelo foi feito através de uma mensagem video divulgada numa cadeia pública de televisão: O doente afirma, ajudado por um sistema digital difundido por computador: “se eu fosse suisso, belga ou holandês poderia escapar a este ultraje extremo, mas sou italiano e aqui não há piedade”.

O presidente Giorgio Napolitano mostrou-se comovido com o apelo que lhe foi dirigido mas a lei é a lei e em Itália ela prevê penas de prisão para quem ajuda os outros a morrer. O Piergiorgio Welby é também co-presidente de uma associaçâo que defende o direito de morrer. Este outro membro da mesma associação afirma que regulamentar a eutanásia significa acabar com a eutanásia clandestina e restituir a cada um o direito e a liberdade de decidir sobre o seu corpo e a sua vida.

Uma visão obviamente não partilhada pela Igreja Católica. Este sacerdote defende que é impensável ajudar a morrer porque a lei deve proteger os mais frágeis. O debate está lançado e promete fazer correr muita tinta, desta vez na sociedade italiana.