Última hora

Última hora

O "sim" venceu no referendo sobre a imigração

Em leitura:

O "sim" venceu no referendo sobre a imigração

Tamanho do texto Aa Aa

68% dos suiços votaram a favor do reforço da lei da imigração e contra a utilização do ouro público para reforçar o sistema de segurança social no país – outro ponto a referendar no mesmo documento. A proposta da nova lei da imigração, apresentada pelo Ministro da Justiça, pretende tornar a Suiça um país menos atractivo para os estrangeiros não europeus. Ainda que as estatísticas provem que tem havido uma redução significativa desses pedidos: em 2005 houve menos 29% de solicitações, relativamente ao ano anterior.

A federação das igrejas protestantes, a conferência de Bispos e a federação das comunidades israelitas discordam das medidas, bem como as Nações Unidas – por considerarem que podem abrir brechas na Convenção de Genebra sobre os Refugiados, bem como no que diz respeito aos direitos das crianças.

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados não compreende, por exemplo, que a carta de condução não seja um documento aceite para fazer prova de identidade, como pretendem as novas leis. Dos cerca de 7 milhões e meio de habitantes, na Suiça, 21% são imigrantes.