Última hora

Última hora

Brown dá mais um passo para suceder a Blair

Em leitura:

Brown dá mais um passo para suceder a Blair

Tamanho do texto Aa Aa

No discurso mais aguardado do dia na conferência anual do Partido Trabalhista, em Manchester, Gordon Brown teceu um intenso elogio ao primeiro-ministro-britânico. Tony Blair prepara-se para abandonar a chefia do governo e a liderança do Labour e Gordon Brown perfila-se como o sucessor. Por isso sublinha o que de bom foi efectuado por uma dupla que está junta há uma década.

“Trabalho com Tony Blair há quase dez anos como ministro das Finanças. Esta é a mais longa relação de um primeiro-ministro com um ministro das Finanças na história moderna da Grã-Bretanha. Para mim tem sido uma honra trabalhar com e para o primeiro-ministro trabalhista mais bem sucedido.”

Palavras que arrancaram uma ovação da audiência. Resta convencer os delegados e o eleitorado de que é o homem certo para suceder a Tony Blair à frente do New Labour e do executivo britânico. Por isso anunciou a intenção de demarcar do estilo do chefe do governo. “Os próximos dez anos serão ainda mais exigentes. E porque os desafios são diferentes, o programa de governo será diferente. As tarefas do governo mudam por isso a forma como nós governamos também deve mudar.”

Contudo, as ambições do ministro das Finanças esbarram nos inquéritos de opinião. O próximo líder trabalhista vai ter de enfrentar o novo dirigente conservador, David Cameron, nas eleições previstas para 2009. De acordo com as mais recentes sondagens, o chefe da oposição bate Gordon Brown nas preferências dos eleitores para o cargo de primeiro-ministro.