Última hora

Última hora

UCB compra Schwartz Pharma

Em leitura:

UCB compra Schwartz Pharma

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo farmacêutico belga UCB vai comprar o rival alemão Schwartz Pharma por 4,4 mil milhões de euros. Estas duas empresas, de dimensão média, vão formar conjuntamente um grupo com um volume de negócios superior a três mil milhões, capaz de fazer face à concorrência dos pesos-pesados do sector.

A Schwartz era, até agora, especializada na produção de genéricos, feitos a partir de patentes de outros laboratórios, mas vai agora desenvolver produtos próprios. As duas empresas, juntas, vão investir um total de 770 milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento e realizar sinergias de 300 milhões.

A família Schwartz, accionista maioritária da Schwartz Pharma, cede as acções a esta oferta e compromete-se a ficat com pelo menos 41,5% das acções da UCB que recebe em troca. O negócio foi aprovado pela administração da Schwartz, cujos títulos estiveram em alta. Já a UCB viu a cotação das acções caír, uma vez que o preço a pagar pela compra é considerado demasiado elevado pelos analistas.

Em apenas uma semana, foram três empresas familiares deste sector a mudar de mãos, depois da compra da suíça Serono por parte da alemã Merck e da também alemã Altana ter sido comprada pelo grupo dinamarquês Nycomed. A cada vez maior concentração do sector, com a formação de gigantes, tem levado as empresas de dimensão mais pequena a juntar forças para melhor competir.