Última hora

Última hora

Bruxelas deverá dar luz verde à adesão da Roménia e da Bulgária à UE

Em leitura:

Bruxelas deverá dar luz verde à adesão da Roménia e da Bulgária à UE

Tamanho do texto Aa Aa

A Roménia e a Bulgária deverão entrar na União Europeia em janeiro de 2007, como previsto, mas com as condições mais severas aplicadas até hoje aos novos estados membros. Este o compromisso que a Comissão Europeia deverá anunciar esta manhã, sublinhando o atraso de Sofia e Bucareste em resolver problemas como a corrupção, o crime organizado ou o desrespeito das normas europeias de higiene alimentar.

Bruxelas ameaça aplicar sanções económicas, nomeadamente o corte de subvenções, caso os problemas persistam após a adesão. Em Bucareste, uma habitante congratula-se com a decisão, que considera “importante para a sua geração”. Outro, agricultor de profissão, afirma-se assustado, uma vez que, “se não cumprir as normas europeias arrisca-se a ter que abrir falência”. Dado o clima de instabilidade a Leste vivido na Hungria, Bruxelas decidiu não atrasar para 2008 a adesão dos dois estados ainda que esta seja limitada em termos por exemplo de liberdade de circulação.

Em Sofia um habitante acredita que haverá algumas dificuldades ao início, mas lembra que, “as condições de Bruxelas foram impostas a pensar no desenvolvimento do país”. Outra lembra que o papel da União Europeia é antes de mais o de tutor na aplicação das regras e das normas. “Como cidadãos e profissionais fomo-nos afastando de uma certa ética. Ter um acompanhamento na aplicação dessas regras é mais um passo para regressarmos à normalidade”. A adesão dos dois países coincide com o debate sobre a desaceleração do alargamento da União, na falta de uma constitituição e de uma reforma das instituições.