Última hora

Última hora

Barroso pede continuidade das reformas na visita a Sófia

Em leitura:

Barroso pede continuidade das reformas na visita a Sófia

Tamanho do texto Aa Aa

Algumas horas depois de ter anunciado a luz verde de Bruxelas à entrada da Bulgária e da Roménia na União Europeia a 01 de Janeiro de 2007, Durão Barroso deslocou-se a Sófia, onde pediu ao executivo que continue com as reformas de adesão. O presidente da Comissão Europeia afirmou em conferência de imprensa que a Bulgária esforçou-se bastante e felicitou todos os que trabalharam para atingir o objectivo da adesão.

Barroso voltou a referir que, apesar de tudo “ainda há muito para fazer” e fez votos para que Sófia “contribua energicamente para o processo de integração europeia”.

Depois de se ter reunido com Barroso e com o comissário para o Alargamento Olli Rehn, o primeiro-ministro búlgaro, Sergei Stanishev, congratulou-se com o facto de a Bulgária poder beneficiar a partir do dia 01 de Janeiro do próximo ano dos direitos e deveres de qualquer outro Estado-membro. Em Bucareste, o presidente romeno, Traian Basescu, reagiu ao anúncio de Bruxelas congratulando-se com a decisão e advertindo os romenos de que “têm de se habituar à ideia de que o mundo actual exige progressos contínuos”.

Para os dois novos aderentes, o relatório da Comissão Europeia propõe, contudo, uma vigilância reforçada do sistema judicial, da gestão dos fundos comunitários e da segurança alimentar.