Última hora

Última hora

Primeiro-ministro irlandês nega corrupção

Em leitura:

Primeiro-ministro irlandês nega corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

A nove meses das eleições legislativas, o primeiro-ministro irlandês nega acusações de corrupção. Alvo de uma investigação judicial por ter recebido mais de 49 mil euros da parte de um grupo de amigos quando exercia o cargo de Ministro das Finanças em 1993, Bertie Ahern explicou publicamente que esse dinheiro foi um empréstimo, numa altura em que atravessava dificuldades e nunca o devolveu porque os amigos recusaram por diversas vezes o pagamento.

Emocionado acrescentou que se encontrava em fase de separação da sua esposa e que aceitou ser ajudado para fazer face a despesa de educação dos filhos. Confessa ainda que nessa altura pagou outras contas tendo gasto todas as suas poupanças. A oposição diz-se insatisfeita com as explicações alegando que receber dinheiro de homens de negócios qundo se é ministro das Finanças mina a confiança no governo.