Última hora

Última hora

Airbus tenta sobreviver com atrasos na entrega do A380

Em leitura:

Airbus tenta sobreviver com atrasos na entrega do A380

Tamanho do texto Aa Aa

O conselho de administração da Agência Espacial Europeia, EADS, reuniu-se esta sexta-feira em Amesterdão, para apresentar o plano de relançamento da Airbus e anunciar ao mesmo tempo os tão falados atrasos na entrega dos A380.

Três meses depois de chegar à chefia da empresa, o alemão Christian Streif vê-se confrontado com a elaboração de um novo calendário de entrega do avião e um novo plano de competitividade industrial para preparar a empresa para os futuros A350 e o substituto do A320.

A situação não tranquiliza os trabalhadores:
“Evidentemente em termos de emprego, de equilíbrios regionais e em termos de futuro do sector da aeronáutica em França, mas também na Europa, estamos bastante inquietos”.

A maior inquietude para já é cumprir os contratos já estabelecidos para o A380. O gigante dos ares é um projecto de 12 mil milhões de euros, que custa por unidade 240 milhões e tem 159 encomenadas até agora.

O primeiro vai ser entregue em Dezembro à Singapura Airlines, os outros vão chegar atrasados aos destinatários.

O plano de reorganização industrial agora anunciado deverá começar a dar frutos daqui a dois anos e conta com oito medidas, entre as quais, a melhoria nas compras, a maximização da tesouraria com redução de custos indirectos e a construção mais rápida dos aviões.