Última hora

Última hora

Confrontos em Gaza e motim em Ramallah pelo atraso no pagamento dos salários

Em leitura:

Confrontos em Gaza e motim em Ramallah pelo atraso no pagamento dos salários

Tamanho do texto Aa Aa

Um confronto armado em Gaza, na sequência de protestos contra o executivo de Ismail Hanieh, provocou, pelo menos três mortos e 45 feridos. Em Ramallah, a sede do governo dirigido pelo movimento islâmico radical Hamas, estava em chamas. Os manifestantes também incendiaram e invadiram um edifício vizinho.

Os protestos da população estenderam-se a Ramallah, mas foi em Gaza que tiveram início. É a maior explosão de conflitos internos pelos salários em atraso aos funcionários do executivo.

Forças leais ao governo do Hamas trocaram tiros com apoiantes da Fatah, a organização partidária do presidente da Autoridade palestiniana, Mahmoud Abbas. Os funcionários exigem o pagamento dos ordenados, em atraso desde que o ocidente decretou a suspensão das ajudas económicas ao executivo.

A violência dos confrontos está a fazer crescer os receios de uma guerra civil.