Última hora

Última hora

Eleições gerais na Bósnia marcadas por grande participação do eleitorado

Em leitura:

Eleições gerais na Bósnia marcadas por grande participação do eleitorado

Tamanho do texto Aa Aa

Os bósnios votaram hoje em eleições gerais. Após uma campanha eleitoral fortemente marcada por reclamações étnicas, a afluência às urnas foi significativamente mais alta que nos anos anteriores. O fim do protectorado internacional no próximo ano, instalado no país desde o fim da guerra, permitirá ao novo governo dirigir o país sozinho pela primeira vez após o conflito.

No entanto, os líderes sérvio, muçulmano e croata têm projectos muito diferentes para a Bósnia-Herzegovina e mostraram que a divisão étnica é ainda um problema muito presente na República dos Balcãs.

Os sérvios fizeram campanha manifestando a vontade de organizar um referendo pela independência da parte sérvia. Enquanto os muçulmanos e os croatas pediam a abolição da república Srpska, que surgiu depois da guerra e foi validada pelo acordo de paz de Dayton.

Com, 3,8 milhões de habitantes, a Bósnia é um dos países mais pobres da Europa, e o desemprego toca 31% da população activa, no entanto reformas económicas para ultrapassar a situação ficaram de fora da discussão durante a campanha eleitoral.