Última hora

Última hora

Lula vai quebrar silêncio sobre escândalos na segunda volta das presidenciais

Em leitura:

Lula vai quebrar silêncio sobre escândalos na segunda volta das presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

O Brasil encontra-se dividido entre o carisma do seu “presidente operário” e os escândalos de corrupção do partido dos trabalhadores. Ontem, contra todas as expectativas e sondagens, Lula da Silva ficou a menos de dois pontos dos 50% de votos que lhe garantiriam a vitória à primeira volta.

O silêncio do chefe de estado face aos escândalos do “mensalão” e do chamado “dossiêgate”, pesam agora na corrida para a segunda volta no dia 29. Segundo os media brasileiros, Lula prepara-se agora para mudar de estratégia de campanha, estando pronto a participar em todos os debates televisivos e a responder pelas acusações de que o seu partido é alvo. Dois factores que segundo os críticos contribuiram para propulsar a candidatura adversária baseada no combate à corrupção. Geraldo Alckmin, do PSDB, conseguiu ontem obter 41% de votos, seis pontos acima do previsto pelas sondagens.